Companheiras de interiorização e agora sócias

Celestina veio sozinha para o Brasil. Já Mirla, mãe solo, veio acompanhada dos 2 filhos. Durante a jornada migratória, a netinha nasceu e agora sua família tem 4 pessoas.

Os caminhos de Celestina e Mirla se cruzaram quando as duas foram interiorizadas, em março deste ano, pelos acolhedores Paula e Jair para a região do ABC paulista.

Uma tinha experiência profissional como auxiliar de cozinha. A outra, como comerciante. E o que elas fizeram? Juntas, com a ajuda dos acolhedores, abriram um negócio próprio de marmitas, que está indo muito bem e, em breve, garantirá às duas sua independência financeira.

Mais duas famílias recomeçando suas vidas no Brasil!

Clique aqui e veja como você também pode atuar junto com a gente para ajudar famílias de refugiados venezuelanos no Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *